sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O Reboliço é um nefelibata (19)


Para o PAI, que nasceu no Moinho, hoje há quase vinte anos.



(Foto das nuvens sobre o Moinho, no final de 2008: Vasco Célio. Pela janela de cima, encostada ao telhado, passa um fiozinho de luz. Não é o fim do dia, são as nuvens que o fazem escurecer mais depressa ainda do que o horário de Inverno. Cá sobre o baixo, a erva da seara está verde, verde.)